• Dra. Marina Lino Vieira

Queda de cabelo na menopausa: como cuidar?

É muito comum notar um aumento na queda de cabelo durante o climatério e na menopausa. Nós, mulheres, sabemos o impacto que os fios têm na nossa autoestima e como perdê-los nos afeta física e emocionalmente. A boa notícia é que existe tratamento! Continue a leitura para entender mais sobre esse assunto sob a perspectiva da dermatologia.


queda de cabelo na menopausa e climatério

Queda de cabelo e mudanças na estrutura capilar são queixas muito comuns das pacientes que estão passando pelo climatério e menopausa. Nesse período, a mulher pode chegar a perder até 40% do volume total dos cabelos, tanto pelo envelhecimento do bulbo quanto pelas alterações hormonais.


Essa queda capilar ocorre devido à diminuição dos níveis de estrógeno interferindo diretamente na produção de colágeno. Além de manter a pele com aspecto saudável, o colágeno também é o principal responsável pela saúde os fios.


O cabelo é uma das partes mais sensíveis às mudanças hormonais, principalmente quando essas mudanças são muito bruscas, como é o caso da menopausa. Entender como esses câmbios funcionam te ajudará a tomar as medidas necessárias para cuidar das suas madeixas evitando assim sua queda descontrolada.


Por que ocorre a queda de cabelo no climatério e na menopausa?


É na perimenopausa que as mulheres começam a perceber algumas mudanças na saúde dos cabelos. Os fios ficam quebradiços, ressecados, finos e perdem o brilho que costumavam apresentar depois de lavados.


Durante e após a menopausa, o corpo da mulher passa a produzir menos quantidade dos hormônios estrogênio e progesterona (hormônios femininos). Com essa redução temos um duplo efeito: por um lado o cabelo cresce mais lentamente e torna-se muito mais fino. Em paralelo, há um aumento na produção de hormônios masculinos, resultando na queda capilar.


Embora a principal causa da queda de cabelo e suas alterações durante a menopausa sejam as mudanças hormonais que a acompanham, há outros fatores que também podem contribuir para esse problema. Os altos níveis de stress, falta de certos nutrientes essenciais e até mesmo algumas doenças como a alopecia androgenética, são outros motivos que podem levar a queda capilar na menopausa.


Não obstante, muitas mulheres entendem que um cabelo saudável mexe diretamente com a sua autoestima. O que fazer, então, para se sentir segura e confiante quando acontece a queda capilar?


Como recuperar os cabelos durante o climatério e a menopausa?


Não se desespere! A queda de cabelo durante a menopausa não significa que você ficará careca! Entretanto, você terá que intensificar os cuidados com os fios para deixa-los saudáveis e evitar que caiam com facilidade.


Nessa fase da vida, as características físico-químicas e necessidades nutricionais dos cabelos são diferentes. Por isso, você vai perceber que os produtos também são.


Existem várias alternativas para te ajudar quando o assunto é queda de cabelo na menopausa. Os tratamentos mais comuns envolvem:


· Tônicos e shampoos antiqueda;

· Reposição oral de algumas vitaminas e minerais;

· Uso de alguns aparelhos certificados com a tecnologia da LEDterapia;

· Terapia de Reposição Hormonal ou outro tratamento indicado pelo seu médico para equilibrar os níveis de estrógeno.


Se o seu caso for muito severo, o dermatologista poderá ainda indicar outros tratamentos contra queda de cabelo. Diante de várias opções, te explicamos um pouco sobre esses produtos para que você tenha uma visão geral de como funcionam os diversos tratamentos.


Qual tratamento é mais eficaz para a queda de cabelo?


É importante ter em mente que o melhor tratamento será aquele recomendado para o seu caso específico pelo dermatologista. Embora a queda de cabelo seja um sintoma frequente da menopausa, cada mulher possui características únicas.


Uma das alternativas para o tratamento da queda de cabelo podem ser os shampoos e tônicos capilares. Estes se dedicam ao tratamento dos cabelos em envelhecimento e contêm concentrações maiores de componentes hidratantes. Já as loções antiqueda mais receitadas pelos dermatologistas são as que contém Minoxidil, indicado para a queda de cabelo tanto masculino quanto feminino.


Uma outra alternativa é a suplementação nutricional. Aqui é importante ressaltar que é necessária a avaliação das suas necessidades individuais. Ainda, alguns suplementos podem interferir na ação de outros medicamentos. Além disso, o uso em excesso de determinadas vitaminas é mais prejudicial do que benéfico.


Uma opção que vem ganhando cada vez mais espaço no mercado, é a LEDterapia. A descrição científica constata que a radiação emitida por LEDs estimula as células tronco do folículo piloso e os fios voltam a crescer plenamente, desde que seu uso seja contínuo e regrado.


Embora a Terapia de Reposição Hormonal ajude muito nesse período da menopausa, apenas a queda de cabelo não é razão suficiente para iniciá-la. Para saber se você pode se beneficiar da TRH, procure um médico endocrinologista de sua confiança para fazer os exames necessários e prescrever a terapia de acordo com a sua necessidade.


queda de cabelo na menopausa mulher com cabelos bonitos


Onde encontrar ajuda para lidar com a queda de cabelo e as mudanças do climatério e menopausa?


Ainda que o climatério e a menopausa sejam processos naturais na vida das mulheres, entendemos que o stress acompanhado desse período pode afetar ainda mais a saúde dos seus cabelos. Sendo assim, recomendamos que converse com um médico de confiança caso você esteja enfrentando mais queda de cabelo que o normal.


Um endocrinologista poderá te orientar de forma segura quanto à reposição hormonal, o que auxiliará nos efeitos causados pela menopausa. Já um dermatologista pode te instruir nos cuidados que você deverá tomar para manter a saúde dos fios.


No Centro Terapêutico AKTA Liv contamos com uma equipe multidisciplinar para te auxiliar nesse processo. Entendemos que cada mulher vivencia a menopausa de maneira singular e que muitas delas necessitam de um olhar mais atento às mudanças que surgem nessa fase.


Ainda que a queda de cabelo seja uma queixa comum, você não precisa se resignar ou procurar ajuda apenas quando a situação ficar muito acentuada. Nessa fase da vida, cultive o hábito de ter acompanhamento com o seu endocrinologista e dermatologista de confiança. Com essas medidas você poderá passar pelo climatério e a menopausa de forma mais confiante, sem abrir mão da sua autoestima.


Se você acredita que eu posso te ajudar, agende uma consulta comigo clicando no link abaixo. Na consulta eu avaliarei o seu quadro a partir de uma conversa detalhada e exame clínico. Caso necessário, faremos também exames laboratoriais. Poderemos então adotar uma estratégia individualizada de cuidados, de acordo com o que for identificado.



 





Se você está em busca de ajuda para a queda de cabelo durante o climatério ou menopausa, agende uma consulta comigo clicando no link abaixo.




9 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo