• Dra. Marina Lino Vieira

Meu filho tem sardas: existe tratamento?

Atualizado: 26 de abr.

As sardas podem ser um verdadeiro charme no rosto dos pequenos. Ainda assim, com o crescente aumento de casos de doenças da pele, alguns pais podem se perguntar se o surgimento dessas manchinhas pode trazer algum risco para os pequenos. Será que existe algum tratamento eficaz para removê-las ou evitar que elas se multipliquem? Continue conosco para entender um pouco mais sobre esse assunto.



Mais conhecidas como “sardas”, as efélides são manchas causadas pelo excesso de melanina na pele. Em termos técnicos, a melanina é produzida pelos melanócitos, células presentes na epiderme e responsáveis pelo pigmento que dá cor à pele. Induzida pela radiação ultravioleta, a pele produz as sardas na tentativa de evitar danos maiores às células. Porém, não há motivos para entrar em pânico: sardas não são manchas malignas ou que possam virar câncer de pele.


De modo geral, crianças de pele mais clara, ruivas ou que tenham predisposição genética são mais propensas a apresentarem sinais, manchas e sardas na pele. Entretanto, crianças que possuem uma pele mais escura também podem apresentar as famosas pintinhas.


Embora sejam benignas e não provoquem danos à saúde, algumas pessoas podem sentir um certo desconforto estético ou se preocupar com danos maiores à pele. Por esse motivo alguns pais, e até adultos, podem buscar soluções de tratamento para amenizar essa questão.


Independente da natureza da mancha, é importante se consultar com um dermatologista para excluir a presença de uma doença de pele. Sendo assim é muito importante evitar a exposição excessiva ao sol e fazer uso de protetor solar diariamente para prevenir seu aparecimento.


Como surgem as sardas


Vou te contar um segredo - ninguém nasce com sardas. Mas a partir dos dois ou três anos de idade elas podem começar a aparecer devido à exposição solar. Sim, há uma tendência genética, mas essas pintinhas são mesmo resultado de danos causados pelo sol.


Normalmente de cor castanha, as sardas costumam aparecer ou ficar mais escuras depois de exposição solar prolongada, especialmente quando há queimaduras - aquelas que causam vermelhidão e descamação. Após esse período de exposição solar, as partes do corpo mais atingidas pelos raios solares podem dar lugar ao surgimento das sardas.


Como dito anteriormente, pessoas com pele mais clara e mais sensível ao sol são as mais propensas a apresentarem sardas, já que normalmente queimam com facilidade quando expostas aos raios solares. Por outro lado, não há indícios de maior propensão ao surgimento das sardas devido ao gênero e elas podem aparecem tanto em meninos quanto em meninas.


As sardas geralmente aparecem no rosto, pernas e mãos, mas também podem surgir em outras partes do corpo como, ombros e peito. Mas fique atenta pois o surgimento de manchas na virilha e axilas pode indicar síndromes genéticas.


Assim, caso seu filho desenvolva manchinhas na pele, é importante se consultar com o dermatologista pediátrico de sua confiança para tirar dúvidas e obter orientações.


Como diagnosticar e tratar essas pintinhas?


O sol é capaz de disparar o mecanismo natural da melanina que pode produzir efeitos simples, como as sardas, e outros mais graves, como o melanoma. Assim diante do surgimento das manchinhas, você deve agendar uma consulta (presencial ou online) com o seu dermatologista de confiança. Durante a consulta o dermatologista fará o diagnóstico e prescreverá as orientações e tratamento, caso necessário.


Embora existam vários tipos de tratamento para clarear ou remover as sardas, o dermatologista indicará o mais adequado de acordo com o tipo de pele do paciente. Nesse âmbito, alguns tratamentos são possíveis, tais como:


  • Cremes clareadores;

  • Cremes retinóides;

  • Criocirurgia;

  • Laser;

  • Peeling químico, e

  • Protetor solar.


É importante ressaltar que utilizar o protetor solar diariamente e evitar a exposição prolongada ao sol tende a levar a um clareamento gradual das sardas. Sempre que você souber que ocorrerá a exposição ao sol ou mormaço, deve utilizar um protetor solar de alta proteção UVA e UVB. Esses dois cuidados fundamentais, além de evitar o surgimento de sardas, também estimulam seu desaparecimento.


Qual a rotina de skincare ideal para quem quer cuidar das sardas


Se você chegou até aqui e decidiu que quer reduzir o aspecto ou evitar o surgimento de mais sardas no seu filho, você deve adotar certos cuidados na sua rotina.


Como vimos, o protetor solar é um dos maiores aliados aliado, assim como o uso de chapéus e roupas com proteção UVA e UVB. Você pode ajudá-lo a seguir uma rotina diurna e noturna de cuidados com a pele que contenha, pelo menos, os três passos a seguir: limpeza, hidratação e proteção. Dê preferência a produtos recomendados pelo dermatologista pediátrico para a pele do seu filho.


Se você tiver outras questões em relação à pele do seu filho, não deixe para depois. Entre em contato com o dermatologista pediátrico para que ele possa avaliar a criança e, se for o caso, recomendar ou adicionar produtos conforme o resultado desejado.


Para finalizar, queremos ressaltar da importância de não fazer uso de produtos ou tratamentos recomendados por terceiros. Tampouco recomendamos o uso de receitas caseiras ou encontradas na internet. Lembre-se cada pele tem as suas particularidades e o que funcionou para um, não necessariamente irá funcionar para outro.


Busque sempre a ajuda de um dermatologista para obter um diagnóstico de confiança e tratamento adequado.


Cuide da sua pele com a Dra. Marina Lino


Sou dermatologista no Centro Terapêutico AKTA Liv, que conta com uma equipe multidisciplinar especializada nos cuidados com a saúde de toda a família. Será um prazer ajudá-lo, seja numa consulta presencial ou por telemedicina.


Na consulta eu avaliarei o seu quadro a partir de uma conversa detalhada e exame clínico. Caso necessário, faremos também exames laboratoriais. Poderemos então adotar estratégias de prevenção ou tratamento do seu quadro, de acordo com o que for identificado, respeitando sempre a individualidade de cada paciente.



 

Dra-Marina-Lino-sardas


Se você acredita que eu posso te ajudar a cuidar da sua pele e seus cabelos, agende uma consulta comigo clicando no link abaixo.



23 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo