• Dra. Marina Lino Vieira

Queda de Cabelo na Infância - Saiba Mais Sobre Esse Problema


A queda de cabelo na infância pode ser mais comum do que você imagina. Leia o nosso blog e saiba mais sobre as causas desse problema e o que fazer se acontecer com o seu filho.

A queda de cabelo na infância não é um tema tão comum nas revistas e nos conteúdos na internet sobre a maternidade. Porém, é uma das causas mais rotineiras que fazem os pais procurarem o consultório.


A queda de cabelo em adultos pode ter diversas causas, como por exemplo: falta de vitaminas, uma deficiência nutricional, consequência de uma doença ou tratamento medicamentoso, estresse ou alguma alteração hormonal e etc. Da mesma maneira, a queda de cabelo na infância tem algumas causas comuns.


Sabemos que a queda de cabelo pode acometer também muitas mulheres durante a gravidez, sendo esse um assunto até mais comentado e difundido dos meios de comunicação. Mas hoje vamos entender um pouco sobre o que leva a queda de cabelo na infância e qual a melhor maneira de lidar com essa questão.


Principais causas de queda de cabelo na infância

A queda de cabelo na infância, assim como na vida adulta, deve ser vista como um problema que deve ser investigado por um especialista, mesmo que não pareça algo grave. Nos casos de queda de cabelo na infância, o profissional que você deve procurar é o dermatologista pediátrico.


A princípio, o dermatologista pediátrico irá analisar o histórico de saúde do seu filho, observando alguma possível infecção recente, administração de medicamento, alguma mudança impactante e repentina na vida dele, dentre outros fatores.


Depois de analisado o histórico de saúde do seu filho, será possível chegar em algum diagnóstico do que possa ter causado essa queda de cabelo. As principais causas desse problema são:


Eflúvio Telógeno



Nada mais é do que a queda de parte do cabelo "normal" que acontece em geral 3 meses após alguns eventos. O eflúvio telógeno pode acontecer após o nascimento (até os 6 meses de vida), por deficiência de ferro ou anemia, deficiência de outras vitaminas, alterações hormonais como da tireoide, após estresse intenso, internações, doenças agudas como Covid, dengue, uso de alguns tipos de medicações, dentre outras alterações.


Alopécia Areata



É uma doença inflamatória que provoca a falha de cabelo em áreas da cabeça do paciente. Diversos fatores podem estar envolvidos nesta doença, como a genética ou alguma alteração autoimune. Esta causa é mais comum em crianças maiores, provocando queda de cabelo na infância e podendo deixar áreas arredondadas, totalmente sem cabelo.


Tinea Capitis



Esta causa de queda de cabelo na infância é uma infecção do couro cabeludo por fungos (uma micose). Pode deixar áreas bem carecas e até causar inflamação que pode levar a perda irreversível dos fios. Os sintomas da Tinea Capitis incluem uma placa seca de escamas, uma placa de perda de cabelo ou ambas no couro cabeludo.


Tricotilomania



Pode ser chamada de “trico”, esta causa é uma desordem comportamental crônica, que é caracterizada pelo ato de arrancar os fios de cabelo. É bastante comum em crianças que lidam com estresse e transtornos de ansiedade.


Na grande parte dos casos, o diagnóstico pode ser tardio, pois às vezes os pais não observam a criança arrancando os fios de cabelo, ou pelo menos demoram a entender o quão frequente tem sido aquele ato.


É importante lembrar que não é um ato voluntário, mas sim um desejo incontrolável - como roer unhas, cutucar a pele. Por isso esta causa de queda de cabelo na infância deve ser tratada em conjunto com um psicólogo.


Dermatites atópica e seborreica (caspa)



Esta é outra doença inflamatória que pode causar a queda de cabelo na infância. Além da queda de cabelo, a Dermatite Seborreica causa descamação e vermelhidão em algumas áreas da face, como sobrancelhas e cantos do nariz, couro cabeludo e orelhas.


É importante lembrar que a doença não é contagiosa e não é causada por falta de higiene, assunto que pode vir a ser questionado, principalmente em escolas e ambientes de convivência com crianças. Também não é uma alergia e tampouco perigosa.


Todas essas principais causas de queda de cabelo na infância são tratáveis e não demonstram perigo a vida da criança. Porém, para o bem-estar do seu filho, é interessante que ao se deparar com um dos sintomas citados acima, você procure o dermatologista pediátrico.


Essas e outras queixas podem ser investigadas pela Dra. Marina Lino, médica dermatologista com especialização em Dermatologia Pediátrica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP).


Se você notou algum dos sintomas que apontamos hoje, seu filho pode estar com uma infecção por molusco contagioso. Agende já uma consulta com a Dra. Marina Lino, dermatologista infantil no Centro Terapêutico AKTA Liv.

11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo