• Dra. Marina Lino Vieira

Acne antes da adolescência é normal?

Causada pela obstrução das glândulas sebáceas, a acne pode ter muitas razões para surgir na pele de uma criança. Entretanto, independente da causa, é imprescindível buscar ajuda médica especializada para evitar a evolução do quadro e o surgimento de problemas de autoestima para as crianças e adolescentes.


acne infantil

A acne é uma condição de pele relacionada a um processo inflamatório da região. Isso acontece quando as glândulas sebáceas (que produzem os famosos sebos) ficam obstruídas por oleosidade e peles mortas. De acordo com pesquisas, a acne atinge 90% dos adolescentes e possui diferentes variações, que vão desde cravos e espinhas com pus a grandes pontos de inchaço e vermelhidão na pele. Apesar disso, ela não é uma questão exclusiva dessa fase da vida, pois também pode atingir crianças e adultos.


No caso dos adultos, segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), 56% da população adulta brasileira tem acne. Já sobre a realidade das crianças, segundo um estudo publicado pelo jornal Pediatrics, cada vez mais elas e pré-adolescentes com menos de 12 anos estão apresentando espinhas ou cravos mesmo que ainda não estejam na puberdade.


Muitos pais ficam preocupados ao notar o surgimento de acne em seus filhos antes do período da adolescência, fase da vida onde elas normalmente são esperadas devido ao início da produção dos hormônios andrógenos e estrógenos. Se esse é o caso do seu filho, é preciso ficar atento e procurar ajuda médica especializada para evitar o agravamento do quadro, já que a acne possui diferentes graus e pode levar a lesões que provocam deformidades na área afetada. Nenhum pai deseja ver os seus filhos sofrendo com problemas de autoestima, né?


Acne precoce


A acne antes da adolescência pode indicar que algo não vai bem na saúde do seu filho. Ela é caracterizada de acordo com a faixa etária: acne neonatal (quando aparece em crianças nas primeiras seis semanas de vida); acne infantil (crianças com um mês a 1 ano de idade), acne da meia-infância (crianças de um a sete anos de idade) e acne pré-adolescente (crianças com idade entre sete a 12 anos).


acne-adolescente

O aparecimento de acne em crianças muito novas - especialmente nas idades entre um e sete anos -, não é normal e pode ser causado pela presença de tumores adrenais e gonadais. Isso acontece pois eles liberam hormônios que causam acne. Outras causas possíveis são hiperplasia adrenal , síndrome de cushing e puberdade precoce. Nesses casos, a acne normalmente está associada a outros sintomas, como o surgimento de caracteres sexuais secundários.


Acne infantil: causas e tratamento

Em um contexto geral, a acne costuma surgir, principalmente, nas regiões do rosto, pescoço, peito, costas e ombros. As principais causas para o surgimento de acne em crianças são bastantes semelhantes às dos adolescentes: predisposição genética (você sofreu com acnes na sua adolescência?), exposição exagerada ao sol, períodos de grande estresse emocional, alterações hormonais (nestes casos, o surgimento da acne pode ser o primeiro sinal da puberdade) e uso de medicamentos como os corticoides.


Outra possibilidade é a acne cosmética, causada pelo uso equivocado de hidratantes e protetores solares inadequados para a faixa etária e para o tipo de pele da criança, que bloqueiam os poros e não permitem que a pele respire.


O tratamento para a acne infantil é essencial para evitar possíveis formações de manchas e cicatrizes na pele da criança, que podem, futuramente, causar problemas de autoestima. Cada caso possui suas particularidades, mas o mais provável é que sejam indicados produtos para cuidados diários, como sabonetes faciais, hidratantes, ácidos (para tratamentos mais profundos) e filtro solar antioleosidade.


Ajuda profissional é essencial

Se você tem notado o aparecimento de acnes na pele do seu filho, o mais recomendado é procurar por um profissional especializado para atendê-lo. Dessa forma, o dermatologista pode identificar as possíveis razões para o quadro e indicar as melhores opções de tratamento, que deve ser muito bem pensado, já que estamos falando de uma criança que ainda está desenvolvendo diversos processos do seu corpo.


O hábito de frequentar um dermatologista pediátrico desde cedo traz diversos benefícios para a saúde dos pequenos, evitando o uso de produtos que podem trazer prejuízos severos para a pele e o seu desenvolvimento.


A prevenção é sempre a peça-chave para garantir saúde, bem-estar e qualidade de vida. Portanto, não espere por um quadro grave de acne para então buscar ajuda de um dermatologista pediátrico. Cuide desde já da pele do seu filho para que ele possa viver as fases da puberdade, pré-adolescência e adolescência da maneira mais tranquila possível.


 

Marque hoje mesmo uma consulta para o seu filho com a Dra. Marina Lino através do número (11) 91007-4004 no Centro Terapêutico AKTA Liv.


 

Saiba como cuidar da pele do seu filho lendo o blog:



Conheça a Dra. Marina Lino clicando no link abaixo.


7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo