MILIÁRIA (OU BROTOEJA)

A miliária, mais conhecida como brotoeja, é comum no recém-nascido (nas primeiras semanas de vida) e em bebês. Acontece pelo bloqueio da saída da glândula sudorípara (obstrução da glândula que produz suor) e em situação de aumento da transpiração. Assim, ocorre mais comumente nas estações quentes e em situações de calor (ex: uso excessivo de agasalhos).

 

As lesões ocorrem preferencialmente nas áreas de dobras, região cervical, face, couro cabeludo, tórax e áreas das fraldas. A miliária manifesta-se por vesículas (bolinhas de água) que causam coceira.

Há dois tipos principais: miliária cristalina: bolinhas transparentes sobre a pele normal, onde a obstrução é mais superficial na pele. As vesículas rompem sozinhas e em 24 horas, e depois aparece uma descamação muito fina. O outro tipo é a miliária rubra: apresenta-se por vesículas sobre uma pele avermelhadas (miliária rubra), e ocorre por uma obstrução mais profunda que causa inflamação (e assim a pele fica avermelhada). Também podem aparecer algumas pequenas bolinhas de pus (pústulas).

Tratamento: evitar excesso de transpiração através de ambientes frescos, banhos refrescantes, pouca roupa, roupas leves preferencialmente de algodão. Caso a brotoeja persista mesmo com as condutas acima, agende uma consulta.

miliária_texto
miliária_texto

press to zoom
miliária_capa
miliária_capa

press to zoom
miliária_texto
miliária_texto

press to zoom