QUERATOSE SEBORREICA

Queratoses seborreicas são lesões cutâneas comuns, benignas e que acometem quase todos os idosos, em maior ou menor quantidade. Mais comumente surgem a partir da 4a década de vida e não desaparecem sem tratamento. Estão presente em áreas pilosas, incluindo couro cabeludo, assim não acometem palmas, plantas e mucosas.

           

Tem predisposição familiar com herança genética, mas alguns estudos mostram a exposição solar como fator predisponente. Tais evidências são baseadas na ocorrência        mais frequente e idade mais precoce das queratoses seborreicas em pacientes de climas tropicais.

           

Mais comumente são lesões múltiplas, pigmentadas e podem ser planas ou elevadas (dependendo do estágio em que estão). Apresenta superfície rugosa e pode apresentar crostas.  Pode haver mais de uma cor na mesma lesão, variando de castanho claro, amarelada a castanho escuro.

 

Normalmente são diagnosticadas facilmente pelo médico dermatologista, mas podem ser confundidas com lesões malignas como melanomas, e nestes casos a biópsia pode ser indicada. Também podem ser confundidas ou estarem associadas a verrugas virais.

 

O aparecimento súbito de múltiplas lesões pode ser um sinal de uma síndrome paraneoplásica, conhecido como sinal de Leser-Trélat. Neste caso, o paciente apresenta um câncer em algum outro órgão como estômago, intestino, pâncreas, mama, entre outros. 

           

Não há tratamento clínico e nem uso de medicações para resolver as queratoses seborreicas. Vários tipos de procedimentos podem ser realizados, a depender da localização, tamanho e tipo da lesão como: shaving e curetagem (utiliza-se instrumentos que façam uma raspagem da pele retirando somente a lesão e não a pele sã), eletrocoagulação (procedimento que utiliza um aparelho chamado eletrocautério, que utiliza a eletricidade para fazer uma queimadura física da lesão), quimiocauterização (utiliza ácidos como fenol ou ácido tricloroacético para fazer uma queimadura química da lesão, geralmente é utilizado para queratoses planas e finas), crioterapia (utiliza nitrogênio líquido a - 195,8oC e realiza uma destruição da lesão pelo congelamento).

queratose 1
queratose 1

press to zoom
queratose 2
queratose 2

press to zoom
queratose 3
queratose 3

press to zoom
queratose 1
queratose 1

press to zoom
1/3